Boas Vindas !

Se procurar bem você acaba achando
Não a explicação (duvidosa) da vida.
Mas a poesia (inexplicável) da vida.


Carlos Drummond de Andrade.



Quem sou eu

Minha foto
Rio Claro, SP, Brazil
TEREZA CRISTINA BATTISTON,brasileira, psicóloga graduada pela Puc de Campinas em 1974, CRP-06/2050. Gosto de música e poesia, amo Saude Mental. Este sentir é o que apresento aos que procuram encontrar-se emocional, afetiva e psicológicamente. Sou psicoterapeuta de adolescentes e familiares, adultos e casais.

Buscar no Blog

24/06/2011

CASAMENTO FOREVER ! !

Após tempo de ausencia, estou dando olhadinha no meu blog.Outra vez, o fato já observado: pelo Feedjit o assunto procurado práticamente em 100% dos acessos, é relacionado a " Sinais de final de casamento". Ou "O casamento acabou...e agora?"
Fico me perguntando, se as pessoas sentem tanta carência afetiva, que não vislumbram possibilidades de vida plena, sem alguém do lado o tempo todo (tipo casamento, não simplesmente sair de vez em quando, algo assim). Será que existe diferença entre quantidade de acessos de homens e mulheres?
As mulheres sentem mais solidão que os homens?
Os homens, morando sózinhos conseguem dar conta de viver bem?
O que forma essa camada de vazio que do lado de cá da tela do computador, sinto boiando à volta das pessoas que procuram o Blog?
Acompanho alguns blogs de artesanato, porque gosto de fazer trabalhos manuais desde sempre. O "tricozinhando" de uma amiga artesã do sul, tem sido um caminho muito usado, para visitantes novos, e o interesse é pelo mesmo assunto.
Gostaria de ter alguma opinião, comentário, dessas pessoas que chegam aqui, lêem o que escrevo. Qual será o pensamento de cada uma?Por que  tanto interesse em sinais de desgaste de relacionamento?Tudo bem, existem coisas que, no meu modo de pensar e sentir, jamais são esquecidas.O primeiro toque de mãos, o primeiro beijo, o envolvimento maluco que nos rouba a razão, quando o primeiro namorado aparece e tudo é  novo.De repente, hormônios enlouquecidos e a primeira relação sexual; que afinal, é parte de uma iniciação, porque nessa primeira vez, pode-se sentir tantas coisas, que nem dá para pensar direito.Prazer é mais tarde, com mais calma.Apesar de tudo que se inicia ser maravilhoso, seja na idade que for, pode acabar.Não está determinado de modo algum, que seres humanos são como as araras, que acasalam e jamais se deixam.Exemplo bonito de fidelidade, não?Mas outras pessoas chegam às nossas vidas, e podem ser maravilhosas também.Por que tantas preocupações com "casamento acabou....e agora?", se outros relacionamentos podem perfeitamente surgir, com surpresas agradáveis?Claro, a gente passa por momentos de solidão, chora, sente tristeza, depois levanta a cabeça; primeiro por necessidade, depois por decisão de ir adiante.E vai lavar o rosto, entra num banho perfumado que lava a pele e leva os restos de dores.Com o passar do pente nos cabelos molhados, eliminamos simbólicamente de nossos pensamentos, as lembranças perturbadoras, porque realmente é vida que segue.Cada nova hora é uma interrogação, mas a curiosidade move o mundo.Isso é maravilhoso.Faz com que tudo se mova, a vida é dinâmica e nós seguimos o movimento, indo em frente.
Quando coloco uma nova postagem aqui, falo de teorias psicológicas do modo que as entendi e tento transmitir.Se concordei com a idéia de uma amiga, de fazer um blog, foi com essa intenção.Mas hoje estou escrevendo minhas indagações.Bem que gostaria de ter respostas a algumas delas, pelo menos.
É isso.

Tereza Cristina Battiston, em 24 de Junho de 2011.

2 comentários:

JEAN e TINA disse...

Téza, eu já havia lido este texto. Adorei!! Muito Bom, com certeza contribui para uma felexão saudável... Grande Beijo da Tina.

disse...

Comadre, gostei da sua indagação. Seu blog está muito bom. Fico no aguardo de respostas também. Vou 'linkar'.